Todos os direitos reservados

Gravado ao longo de 2019, em Brasília, Guerra dos Mundos é o quinto disco autoral de Claudivan Santiago. O experimentalismo iniciado em outros discos continua presente. O artista produziu, arranjou e gravou quase todos os instrumentos, à exceção da sanfona. Mas a viola caipira continua sendo o fio condutor de toda sua produção artística.

Guerra dos Mundos tem canções em Rio Abaixo, Rio Acima e Cebolão, três das afinações mais usadas pelos violeiros. Porém, outros instrumentos também compõem o cenário, apontando para uma significativa renovação na linguagem da chamada música caipira.

 

Desta vez, o violeiro resolveu incorporar ao seu projeto influências de outros artistas, como o sotaque da música gaúcha de Beto Gonzales, que gravou violões nylon e sanfona na faixa O Anjo Solitário, uma guarânia instrumental feita em homenagem a Tião Carreiro. Beto Gonzales também assina, em parceria com o mineiro José Carlos Alfama, a faixa Rio de Mágoas, a primeira canção não autoral gravada por Claudivan Santiago. 

 

Guerra dos Mundos já está disponível nas plataformas digitais.